NAVEGUE PELAS CATEGORIAS
icone_moda
MODA
icone_moveis
MÓVEIS
icone_vinhos
VINHOS
icone_gastronomia
GASTRONOMIA
icone_casa
CASA
icone_servicos
SERVIÇOS

10 Lugares para visitar em Flores da Cunha

A terra da Feira de Inverno, Flores da Cunha, tem diversos atrativos para conhecer

Maior produtor de vinhos do Brasil, Flores da Cunha é o berço da cultura italiana e possui características especiais. O município preserva muito bem os saberes e os fazeres dos colonizadores com a farta gastronomia, as propriedades rurais, os vinhos, a religiosidade e a língua talian.

A cidade da Feira de Inverno é repleta de vinícolas e atrativos naturais que merecem ser conhecidos e apreciados. Aqui, elencamos dez lugares que merecem ser visitados na Terra do Galo.


  1. Campanário e Igreja Matriz

Bem no centro da cidade está a Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes. Sua construção iniciou em 1904, sendo uma das mais antigas em estilo gótico no Rio Grande do Sul. Ao seu lado está o imponente campanário de pedra basalto. A torre possui 55 metros de altura e é composta de 11.122 pedras. Dentro do campanário estão cinco sinos fundidos em Savoia, na França.

Foto da Capa

2. Praça da Bandeira

Totalmente revitalizada, a Praça da Bandeira é um espaço de convivência e lazer. Vista do alto a praça mantém seu formato em cálice traçado em 1930. Abriga os monumentos do general Flores da Cunha, do intendente Joaquim Mascarello, e do Leão Alado (celebra laços históricos e culturais entre Flores da Cunha e a região do Vêneto, na Itália) e uma cápsula do tempo.

Praça da Bandeira de Flores da Cunha
A Praça da Bandeira de Flores da Cunha foi recentemente revitalizada

3. Casarão dos Veronese

Símbolo arquitetônico da imigração italiana, o Casarão dos Veronese, no distrito de Otávio Rocha, é uma construção datada de 1898 e que foi totalmente restaurada. Patrimônio Histórico Estadual, o espaço abriga um Centro Cultural, salas de exposição e espaços para atividades culturais, oficinas de gastronomia e educação patrimonial.

Casarão Veronese em Otávio Rocha
Casarão Veronese em Otávio Rocha oferece uma visita de volta ao tempo

4. Vinhos dos Altos Montes

Fundada em 2002, a Rota dos Vinhos dos Altos Montes oferece cultura, conhecimento e lazer para os turistas. O roteiro surgiu da iniciativa da Associação de Produtores dos Vinhos dos Altos Montes, que, atualmente, é contemplada com o registro de Indicação de Procedência (IP) dos Altos Montes, e recebe turistas e apreciadores de vinhos. Durante o roteiro é possível visitar as vinícolas – Boscato Vinhos Finos, Casa Venturini, Vinhos Fabian, Fante Indústria de Bebidas, Vinícola Luiz Argenta, Vinícola Mioranza, Vinícola Panizzon, Terrasul Vinhos Finos, Valdemiz Vinhos Finos e Vinhos Viapiana – realizar degustações e ter experiências enogastronômicas.

5. Roteiro Otávio Rocha Vila Colonial

Com o intuito de valorizar o belo distrito de Otávio Rocha, em 2017, um grupo de empresários criou a rota turística. Lá é possível visitar inúmeros atrativos, como Casa Gazzaro, Casa das Cucas, Chocolate com Arte, Doces Silber, Hotel Dona Adelia, Slaviero Uvas, Pauletti Vinhos Vinhedos, Restaurante do Gringo, Túnel da Uva, Igreja e Museu, Praça e Monumento do Carreteiro, Monte Calvário e Parque da Gruta.

Um dos Pontos Turísticos de Otávio Rocha e o Parque da Gruta
Um dos Pontos Turísticos de Otávio Rocha e o Parque da Gruta

6. Mirante Gelain e Cascata Bordim

Localizado no Travessão Alfredo Chaves, o Mirante Gelain possui uma plataforma de onde se tem uma vista fantástica do vale do Rio das Antas e da Cascata Bordin. No local também há trilhas e ponto de escalada rapel.

A vista do Mirante Gelain é de tirar o fôlego
A vista do Mirante Gelain é de tirar o fôlego

7. Compassos da Mérica Mérica

Composto por seis empreendimentos que fundem a tradição italiana, o lazer, o vinho, a uva e a gastronomia, o Compassos da Mérica Mérica passa pelas comunidades de São Roque, Nossa Senhora do Carmo, Nossa Senhora do Bom Conselho e São Vitor. É possível visitar a Adega Mascarello, a Famiglia Veadrigo, a Casa Gilioli, a Casa do Cogumelo, a Família Pagno e a Colônia Muraro.

8. Monumento ao Galo

O Parque da Vindima Elóy Kunz é onde ocorre a Feira de Inverno. Por estar em um lugar alto, o lugar oferece uma bela vista do centro da cidade. Lá também se encontra o monumento ao Galo, em homenagem a história que intitulou Flores da Cunha como a Terra do Galo e a Escola de Gastronomia UCS.

O Monumento do Galo é um dos pontos mais conhecidos de Flores da Cunha
O Monumento do Galo é um dos pontos mais conhecidos de Flores da Cunha

9. Eremitério Frei Salvador

Em meio à natureza, o Eremitério é o tradicional palco para a celebração da Romaria a Frei Salvador, realizada anualmente no dia de Corpus Christi. O espaço contempla uma grande área verde para meditação, além de uma igreja dedicada à Nossa Senhora de Fátima.

10. Mirante Arezzo

Local para usufruir da tranquilidade e da calmaria. As cores da paisagem, a neblina e o pôr do sol fazem do Mirante Arezzo um local para respirar o ar fresco.

O Mirante Arezzo se tornou um ponto para apreciar o pôr do sol em 
Flores da Cunha
O Mirante Arezzo se tornou um ponto para apreciar o pôr do sol em
Flores da Cunha

Gostou das dicas? Então, entre no site www.turismoflores.com.br e veja outros locais para visitar, além dos ótimos restaurantes, cafés e empórios que a cidade oferece.

+ Confira o Clima na sua cidade e venha visitar Flores da Cunha. Clique aqui!
+ Siga a Feira de Inverno no Instagram!

As fotos que ilustram o conteúdo tem como fonte o Site do Turismo Flores, onde constam os devidos créditos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *